Home   Fale Conosco
Carta Aberta
Legislação
Notícias
Dossiê
Comentário Externo
  O objetivo da campanha

Sensibilizar autoridades e alertar a população sobre os perigos da abertura desenfreada de novas escolas médicas, colocando sob risco a formação profissional de qualidade.

O objetivo da campanha é alertar a população, além de sensibilizar as autoridades responsáveis, sobre os potenciais riscos representados pela criação de escolas de Medicina sem condições necessárias de oferecer ao futuro médico uma formação consistente e adequada. 

Com ela, as entidades médicas também pretendem sensibilizar os novos membros do Conselho Nacional de Educação (CNE), que tomam posse nesta terça-feira, 4 de maio, quando será eleito o novo presidente do CNE. Da mesma forma, esperam que o assunto da abertura de cursos esteja na pauta da Plenária do Conselho Nacional de Saúde e da Câmara de Educação Superior do CNE que se reúnem, separadamente, nos próximos dias 5 e 6 de maio, em Brasília. 

Assinam a campanha as seguintes entidades médicas: Conselho Federal de Medicina, Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, Associação Médica Brasileira, Confederação Médica Brasileira, Federação Nacional dos Médicos, Associação Paulista de Medicina, Sindicato dos Médicos de São Paulo, Federação dos Médicos do Estado de São Paulo e Academia de Medicina de São Paulo.

Uma das peças principais da campanha é o hotsite www.proteja-se.org.br , que reúne todas as informações disponíveis sobre a abertura de escolas médicas no Estado de São Paulo e no Brasil.

Em maio, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo lançará ainda a cartilha “Escolha bem seu curso de Medicina”, dirigida especialmente aos candidatos que se preparam para prestar vestibular na área. A publicação, que será encaminhada gratuitamente aos cursinhos e escolas da rede pública e privada, pretende mostrar aos estudantes alguns pré-requisitos que devem ser levados em conta na hora de escolher em qual faculdade de Medicina irá prestar o vestibular. 

Estão sendo afixados em diversos pontos da capital paulista outdoors com o slogan da campanha. Cartazes, bottons e adesivos também serão disponibilizados pelas entidades médicas.

 
  > Mobilização
> Abertura
> O objetivo da campanha
> DF tem dois programas de RM descredenciados
> Escolas de Medicina no Brasil: Relatório de um Cenário Sombrio
> Exame do Cremesp 2006: 2ª fase
> Exame do Cremesp 2007
> Pesquisa Datafolha/2007 revela:
> Exame do Cremesp 2007: resultados têm repercussão na mídia, escrita e eletrônica
> Exame do Cremesp 2010
> Exame Cremesp 2011: inscrições encerradas
> Concentração de médicos
> Educação discute validação de diplomas de Cuba
> Os hospitais de ensino
> Fórum A Formação Médica e seus Problemas
> Exame 2007: edição deste ano foi concluída com aplicação da prova prática aos recém-formados
> Exame do Cremesp 2007: resultados preocupam
> Mais rigor na abertura de escolas médicas
> Ensino médico
> Residência Médica
> Déficit de médicos no país?!?
> Faculdades privadas têm mais vagas
> Exame do Cremesp tem repercussão positiva
> Ensino médico: moeda de troca e fonte de lucro
> Medicina & Trabalho
> Moção de Apoio ao PL 65-A
> A concentração de médicos no Estado
> Perfil do médico paulista
> Três novos cursos de Medicina
> Mais nove cursos esperam abertura
> Exame do Cremesp
> Não há vagas de Residência Médica
> Exame Experimental 2006: 2ª etapa acontece em 05/11
> Infrações éticas aumentam a cada ano
© 2004 proteja-se.com.br- Todos os direitos reservados [ Webmaster ] [ Política de Privacidade ] [ Créditos ]